Esclarecimento – PER do Vitória FC e da Vitória FC-SAD

Categorias: Clube


Geral

Esclarecimento – PER do Vitória FC e da Vitória FC – S.A.D.

Prezados associados, simpatizantes e parceiros, comunicamos formalmente que:

a) – Foi aprovado por larga maioria e homologado a 13/05/2016 o Plano de Recuperação apresentado pela Vitória Futebol Clube – S.A.D. no âmbito do Processo Especial de Revitalização;

b) – Foi aprovado por larga maioria e homologado, também, a 13/05/2016 o Plano de Recuperação apresentado pelo Vitória Futebol Clube no âmbito do Processo Especial de Revitalização;

c) – Foi renegociado o contrato de direitos televisivos, principal fonte de receita da VFC-SAD, com o parceiro PPTV/NOS, com receitas que se estimam, nos próximos dez anos, na ordem dos 40 milhões de Euros.

É pois, com clara satisfação e manifesto ânimo para o futuro, que vos informamos dos resultados obtidos, na procura da consolidação e rigor orçamental da S.A.D. e do Clube, e no vincado objectivo de honrar os compromissos com os nossos parceiros, assim como, o de criar a estabilidade e o equilíbrio, necessários, à obtenção de sucessos desportivos condizentes com o rico historial do nosso emblema.

A vida desta grande instituição está marcada por heranças pesadíssimas, de responsabilidades perante terceiros de vários milhões de euros, mas o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido acabou por merecer o reconhecimento dos nossos credores e parceiros, nos termos das medidas que pelo presente vos são comunicadas.

Em modo resumo, com a homologação do PER da SAD (aguardando-se o trânsito em julgado do mesmo) obtiveram-se as seguintes condições de pagamento das dívidas:

Créditos laborais

Pagamento de 100% dos créditos laborais constituídos até à data da aprovação do plano, nos seguintes termos:

  • 24 meses de período de carência iniciados após o trânsito em julgado da decisão de homologação do plano de revitalização;
  • Pagamento de 60% do capital em dívida em 120 prestações mensais, iguais e sucessivas a iniciar após os 36 meses de carência;
  • Reembolso de 40% do capital no final do período referido na alínea anterior (pagamento bullet);
  • Perdão integral de juros vencidos e vincendos.

Créditos Garantidos

Pagamento de 100% dos créditos garantidos, nos seguintes termos:

  • 36 meses de período de carência de capital, iniciados após o trânsito em julgado da decisão de homologação do plano de revitalização;
  • Pagamento de 50% do capital e juros em dívida em 120 prestações mensais, iguais e sucessivas a iniciar após os 36 meses de carência de capital;
  • Reembolso de 50% do capital no final do período referido na alínea anterior (pagamento bullet);
  • Perdão integral de juros vencidos.

Créditos Comuns

Pagamento de 50% dos créditos comuns, nos seguintes termos:

  • 36 meses de período de carência iniciados após o trânsito em julgado da decisão de homologação do plano de revitalização;
  • Pagamento de 50% do capital em dívida em 120 prestações mensais, iguais e sucessivas a iniciar após os 36 meses de carência;
  • Perdão de 50% do capital em dívida;
  • Perdão integral de juros vencidos e vincendos.

 

Com a homologação do PER do CLUBE (aguardando-se igualmente o trânsito em julgado do mesmo) obteve-se:

Créditos laborais

Pagamento de 100% dos créditos laborais constituídos até à data da aprovação do plano, nos seguintes termos:

  • 6 meses de período de carência iniciados após o trânsito em julgado da decisão de homologação do plano de revitalização;
  • Pagamento de 100% do capital em dívida em 36 prestações mensais, iguais e sucessivas a iniciar após os 6 meses de carência;
  • Perdão integral de juros vencidos e vincendos.

Créditos Garantidos

Pagamento de 100% dos créditos garantidos, nos seguintes termos:

  • 36 meses de período de carência de capital, iniciados após o trânsito em julgado da decisão de homologação do plano de revitalização;
  • Pagamento de 50% do capital e juros em dívida em 144 prestações mensais, iguais e sucessivas a iniciar após os 36 meses de carência de capital;
  • Reembolso de 50% do capital no final do período referido na alínea anterior (pagamento bullet);
  • Perdão integral de juros vencidos.

Créditos Comuns:

Pagamento de 100% dos créditos comuns, nos seguintes termos:

  • 36 meses de período de carência iniciados após o trânsito em julgado da decisão de homologação do plano de revitalização;
  • Pagamento de 30% do capital e juros em dívida em 144 prestações mensais, iguais e sucessivas a iniciar após os 36 meses de carência de capital;
  • Reembolso de 70% do capital no final do período referido na alínea anterior (pagamento bullet);
  • Perdão integral de juros vencidos e vincendos.

O acordo celebrado com o Parceiro PPTV/NOS, decorrente da cedência de transmissão dos direitos televisivos, foi renegociado para quase o dobro do valor actual e que pode atingir valores médios de 40 milhões de euros, nos próximos dez anos, dependendo dos resultados desportivos inerentes à participação na Primeira Liga de Futebol, mas tendo-se aumentado a sua base mínima em mais de 50% do montante actual.

Aumento este que entra em vigor na época desportiva 2019/2020, precisamente após o período de carência estabelecido no actual PER da S.A.D. e do Clube – que justificou o mesmo, a par do atraso de mais de um ano, da aplicabilidade das medidas aprovadas no 1.ª PER desta SAD, face aos recursos judiciais, que acabaram por não merecer sucesso, de credores pontuais e rivais no plano desportivo, legalizando a razoabilidade do Plano de Revitalização apresentado.

Torna-se claro, poupanças diretas na ordem dos 10 milhões de euros decorrentes de perdão de juros vencidos e capital perdoado, nem aqui se computando as decorrentes de ausência de juros vincendos.

Enfatizando-se ainda um bullet médio de 50%, ou seja, o deferimento médio do pagamento de cerca de 50% das nossas responsabilidades para daqui a 15 anos.

A isto devemos, ainda, juntar que no último ano e meio, por conta de responsabilidades passadas, junto de Segurança Social e das Finanças, foi paga uma verba próxima dos 5 milhões de Euros.

O escalonamento das nossas responsabilidades, nos termos expostos, permitirá uma melhor gestão dos nossos recursos e, assim, tentar evitar a venda de activos, que tanta falta nos fazem na procura dos sucessos desportivos que todos os nossos associados e simpatizantes merecem.

Os resultados alcançados na segunda volta da Liga NOS foram reflexo da saída de alguns jogadores importantes, não justificando por si só a diferença dos resultados obtidos comparativamente com a primeira volta, mas contribuindo, largamente, para tal factualidade.

A participação da equipa de futebol profissional para a época desportiva 2016/2017 – com a estabilidade económica e financeira trazida pela homologação dos PER´s aludidos, o contrato firmado com a PPTV/NOS, o apoio e renovada confiança dos nossos credores nesta administração – promete e obriga a  um VITÓRIA reformulado e capaz de demonstrar a excelência que merece e, certamente, irá alcançar, reforçada pelo incessante apoio que os Vitorianos sempre prestaram.

Agradecemos, assim, a todos vós – com isto querendo elevar o reconhecimento pelas coisas boas que os outros nos fazem e pelas oportunidades que a vida continuamente nos oferece – pela dignificação do trabalho desenvolvido e como demonstração de humildade e incentivo para que as pessoas que amam este clube, como nós, nunca dele desistam.

Por um VITÓRIA ainda maior!!!

 

Setúbal, 24 de Maio de 2016.

 

A Direcção e o Conselho de Administração.



Deixe o seu comentário

Necessita de ter a sua sessão ligada para poder comentar.