Duelo entre históricos em tons de verde e branco

Categorias: Futebol


20131210-012811.jpg

O duelo de ontem no Bonfim colocou frente a frente Vitória e Académica, dois históricos do futebol português, que se defrontaram pela quinquagésima segunda vez, em Setúbal, em jogos a contar para o campeonato principal e a vitória (1-0) voltou a sorrir aos homens do Sado.

Curiosamente foram os estudantes a entrar melhor no jogo e a causarem alguns problemas ao último reduto do Vitória mas o guardião polaco, Pawel Kieszek, esteve sempre à altura e travou o ímpeto inicial dos forasteiros.

20131210-012743.jpg

Rafael Martins deu velocidade ao jogo.

A meio do primeiro tempo já a contenda estava equilibrada e os verde-e-brancos até poderiam ter ido para o intervalo em vantagem considerando as boas ocasiões criadas através de Rúben Vezo (39′), Rafael Martins (41′) e Cardozo (45′). O nulo ao intervalo acabava por se aceitar.

No segundo tempo tudo mudou, o Vitória entrou “mandão” no jogo e foi-se acercando da área contrária.

O Vitória poderia ter chegado ao golo aos 67´num lance polémico dentro da área da Académica, com o árbitro Manuel Mota a nada assinalar, mas a ficar a clara ideia de que Ramon Cardozo tinha sido carregado pelas costas. Na sequência do lance Ricardo Horta a não conseguir chegar a tempo de empurrar a bola para a baliza deserta.

20131210-012640.jpg

Ricardo Horta estreou-se a marcar na liga e logo com o golo da vitória.

Mas os sadinos continuavam a pressionar e Ramon Cardozo (70′), após sentar literalmente um defesa academista, faz brilhar o guarda-redes contrário que se opõem a um grande remate do paraguaio com o pé esquerdo.

Adivinhava-se o golo do Vitória e o objectivo foi concretizado, à passagem do minuto 74′, quando Rafael Martins aproveita um deslize de um defesa da Académica e serve Cardozo que, isolado na cara de Ricardo, atira para defesa deste mas a bola sobra para o avançado Ricardo Horta que se estreia a marcar na liga principal e “oferece” os três merecidos pontos aos sadinos.

20131210-012719.jpg

A festa do golo em tons de verde-e-branco.

Já em tempo de compensação destaque para a expulsão (90’+3) do defesa da Académica Halliche que agrediu o médio Ney Santos, entretanto chamado a jogo.

VFCvs009

O treinador adversário considerou esta expulsão «exagerada» (!!!).

Com estes três pontos o Vitória ultrapassou, na tabela classificativa, Académica, Marítimo e Braga (próximo adversário) e igualou o Rio Ave no 8.º lugar com 16 pontos e vai, já, numa série de nove jogos consecutivos sem conhecer o sabor da derrota.

20131210-012830.jpg

Antes do início do jogo foi prestada merecida homenagem a Nelson Mandela.

FolhaConstituicaoEquipa VFCvsAAC_12.ªJornLZS



Deixe o seu comentário

Necessita de ter a sua sessão ligada para poder comentar.