“Temos capacidade para ganhar”, Domingos Paciência

Categorias: Futebol


2014.08.24-VFCvsGVFC_2.ª-Jorn-1.ª-Liga-06

Após o treino matinal desta quarta-feira, o timoneiro sadino, Domingos Paciência, fez a antevisão do jogo que abre a jornada 3 da Primeira Liga e que colocará frente a frente Académica e Vitória FC, dois históricos do futebol português.

Depois do triunfo obtido na última jornada, frente ao Gil Vicente, o técnico vitoriano quer dar continuidade, em Coimbra, ao “que de bom foi feito no último jogo. Foi uma vitória difícil, contra um bom adversário. A equipa do Vitória está a trabalhar bem. Temos consciência de que colocar uma equipa a jogar bom futebol e a conquistar triunfos leva o seu tempo, ainda para mais quando houve tantas mudanças no nosso plantel. Contamos com o apoio dos adeptos para nos ajudarem a crescer enquanto equipa”, apelou.

Relativamente ao próximo compromisso ligueiro, referiu tratar-se de “um confronto com história num campo tradicionalmente difícil. Sabemos que potenciando os aspectos positivos dos últimos dois jogos, temos capacidade para ganhar este jogo e é com essa convicção que vamos entrar em campo. É importante conseguirmos prolongar os momentos positivos da equipa, como foram os casos das primeiras partes dos jogos contra o Rio Ave e Gil Vicente. Estamos a trabalhar nesse sentido”, adiantou em jeito de receita para o jogo de sexta-feira.

“Queremos a segunda vitória”, Miguel Lourenço (defesa central do VFC).

O jovem defesa central formado no Vitória, Miguel Lourenço, também abordou o jogo frente à Académica e reconheceu que “o facto de ter sido emprestado ao Santa Clara, permitiu-me regressar mais forte. Sou mais um para ajudar a equipa e estou disponível para dar o meu contributo, caso o mister assim o entenda”, referiu.

“Apresentámos pontos muito positivos nos dois primeiros jogos e estamos a trabalhar no que fizémos de menos bom. Esta equipa tem muita margem de progressão e estamos em crescendo. Possuímos argumentos suficientes para ganhar em Coimbra e queremos a segunda vitória no campeonato. É esse o nosso foco”, afirmou convicto o internacional sub-21 por Portugal.

Questionado sobre o facto de, no último jogo, ter formado dupla com Frederico Venâncio, outro produto da cantera sadina, referiu que “é um motivo de orgulho para nós e também o deve ser para todos os vitorianos. Ver jovens oriundos da formação actuarem na primeira equipa é muito positivo e acaba por ser o reflexo do bom trabalho efectuado a esse nível. Relativamente ao Venâncio, para além de ser meu colega de equiipa, é um bom amigo e penso que isso se reflecte dentro das quatro linhas”, referiu com entusiasmo.

 

 



Deixe o seu comentário

Necessita de ter a sua sessão ligada para poder comentar.