Comunicado

Categorias: Futebol


IMG_0449.JPG

COMUNICADO

Aos nossos sócios e simpatizantes enfatizamos, hoje, a palavra que a todos carateriza:

VITÓRIA

É com este grito de satisfação que a todos difundimos que hoje, por via do Comunicado Oficial n.º 29 15/16, que complementou o Comunicado número 396, de 29 de Junho de 2015, ambos proferidos pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional, concretizou-se a inscrição da nossa equipa profissional de futebol na Primeira Liga Portuguesa.
Foi particularmente difícil, este ano, a obtenção deste desiderato, na medida em que o objetivo de controlo e rigor orçamental, de honrar os nossos compromissos com entidades privadas e sobretudo públicas, foi tantas vezes perturbado por posturas desprovidas de senso, falta de razoabilidade e imputações que procuram escamotear insucessos pessoais.
O VFC apresentou hoje as suas certidões de situação contributiva regularizada perante a Segurança Social e a Fazenda Nacional, estando assim apto a lutar pela época desportiva de 2015/2016.

Por alguns (sem relevância) muito foi publicitado sobre a oportunidade e a necessidade de coragem para que as instituições públicas e as ligadas ao Futebol Português, denunciassem as irregularidades relacionadas com o (in)cumprimento dos pressupostos necessários à inscrição na Liga Portuguesa de Futebol.

Muito se disse, mas mais se poderia dizer, nomeadamente sobre o alegado conhecimento público de muitos clubes utilizarem sociedades Off–Shores, ou sociedades denominadas não residentes, para assim esconderem uma boa parte dos salários que pagam aos seus atletas reduzindo assim, ilicitamente e criminalmente, os seus encargos perante a Segurança Social e Finanças, em crassa concorrência desleal para quem tem a coragem de, com dificuldade mas com muita dignididade, procurar honrar os seus compromissos.

E só assim se compreende a gestão de orçamentos elevadissimos com responsabilidades e encargos miraculosamente diminutos.

Está pois explicada a afamada expressão:

“Porque é que o Galo canta de olhos fechados?
– Porque ele sabe a música de cor!”

A nossa música é outra e bem distinta, com muito trabalho, muita dedicação, maior responsabilidade e – obviamente como bons Vitorianos – muita emoção, lutar por (e levar o nosso clube do coração ao patamar que merece.

Uma última palavra a quem muito nos ajudou, eles sabem quem são, e nós não os esqueceremos, a estes um profundo obrigado.

Que seja o nosso ano, que seja um ano “À Vitória”!!!

Setúbal, 27 de Julho de 2015.

O Conselho de Administração



Deixe o seu comentário

Necessita de ter a sua sessão ligada para poder comentar.