Vitória arranca com empate amargo

Categorias: Futebol


2015.08.16-Jogo-VFCvsBFC_1.ªJornLigaNOS-011_HP

Vitória arranca com empate amargo

O Vitória estreou-se na Primeira Liga – versão 2015/2016 – com um empate caseiro frente a um Boavista combativo, perante cerca de 3.500 adeptos que fizeram questão de marcar presença no Bonfim para assistirem a um jogo emotivo e de boa qualidade.

Quim Machado fez alinhar de início seis caras novas, entre eles, Costinha e Ruca, oriundos do CNS, e “ofereceu” a titularidade ao ex-júnior André Horta, de apenas 18 anos, que realizou uma exibição prometedora.

Com um futebol atractivo, em que o esférico circulava de forma rápida por todos os sectores, e já depois de Costinha (4’) e Frederico Venâncio (9’) terem ameaçado a baliza nortenha, André Claro num remate “venenoso”, de fora da área, bate o guarda-redes Gideão, inaugurando o marcador no anfiteatro sadino. Estavam, então, decorridos 17 minutos da partida e o Vitória colocava-se em vantagem.

Ao cair do pano do primeiro tempo, o coreano Suk tem uma jogada de insistência pela direita e oferece o golo ao estreante Ruca (45’), que num remate “na passada” aumenta a vantagem para os Vitorianos. O Vitória chegava ao intervalo a vencer por dois a zero com toda a justiça.

No segundo tempo, apesar da reacção do Boavista, percebeu-se que o Vitória buscava o terceiro tento e isso pareceu mais evidente a partir do minuto 69’, momento em que o médio boavisteiro Idris vê o segundo cartão amarelo e é expulso da partida.

No entanto, à passagem do minuto 74 e quando o médio sadino Paulo Tavares encontrava-se estatelado no relvado há largos segundos a pedir assistência médica, sem ser correspondido, quer pelos jogadores do Boavista, quer pela equipa de arbitragem, o Boavista reduz o marcador através de um remate de Afonso Figueiredo.

O Vitória vacilou e o Boavista aproveitou para chegar à igualdade através de um livre directo apontado por Luisinho (81’), num lance em que fica a sensação que a defensiva sadina poderia ter feito mais.

Antes do apito final, os sadinos poderiam ter voltado para a frente do marcador, não fosse mais uma excelente intervenção do guarda-redes brasileiro Gideão a cabeceamento de Costinha (85’).

Empate na estreia com sabor amargo, num Vitória renovado e que, tendo em conta a fase inicial da temporada, se encontra em processo de crescimento enquanto equipa.

Na segunda jornada da Liga NOS, o Vitória desloca-se a Coimbra para defrontar a Académica, num jogo agendado para dia 24 de Agosto (2.ªF), pelas 20:00H, que terá honras de transmissão televisiva pela Sport TV.

2015.08.16 - Jogo VFCvsBFC_1.ªJornLigaNOS 01André Claro remata e bate Gideão para inaugurar o marcador no Bonfim.

2015.08.16 - Jogo VFCvsBFC_1.ªJornLigaNOS 03Hyunjun Suk disputa o esférico com o defesa boavisteiro Afonso Figueiredo, perante o olhar atento de Costinha.

2015.08.16 - Jogo VFCvsBFC_1.ªJornLigaNOS 02O extremo de 22 anos, Costinha, estreou-se na Primeira Liga com a camisola do Vitória.

2015.08.16 - Jogo VFCvsBFC_1.ªJornLigaNOS 04Outra estreia na Liga e esta a marcar, Ruca é saudado pelos companheiros de equipa após marcar o segundo golo sadino.

2015.08.16 - Jogo VFCvsBFC_1.ªJornLigaNOS 05Lance polémico no Bonfim, os jogadores nortenhos festejam o primeiro golo com Paulo Tavares estatelado no chão a pedir assistência médica.

2015.08.16 - Jogo VFCvsBFC_1.ªJornLigaNOS 06Nesta imagem vê-se Paulo Vinicius a carregar Suk dentro da área de rigor, Vasco Santos nada assinalou.

ƒpoca 2015/2016 Campeonato 1» Jornada V Setœbal - Boavista (), no Est‡dio do BonfimFoi este o primeiro onze do Vitória, versão 2015/2016.

2015.08.16 - Jogo VFCvsBFC_1.ªJornLigaNOS 07O treinador Quim Machado estreou-se no comando do Vitória com um empate frente ao Boavista.

2015.08.16 - FolhaConstEquipa VFCvsBFC__JornLigaNOS



Deixe o seu comentário

Necessita de ter a sua sessão ligada para poder comentar.