“Estamos confiantes num bom jogo”, José Couceiro

Categorias: Futebol


0783

“Estamos confiantes num bom jogo”, José Couceiro

O treinador do Vitória, José Couceiro, fez esta sexta-feira a antevisão do jogo frente ao Marítimo, agendado para as 16h00, do próximo domingo, no Estádio do Bonfim.

O timoneiro sadino instado a abordar os últimos jogos, referiu que “o jogo anterior em casa não nos correu bem e em Braga também não fizemos o resultado que queríamos, independentemente da prestação da equipa, em termos exibicionais, ter sido positiva. No entanto, o nosso objectivo é sempre somar pontos e isso não conseguimos. A nossa equipa não está, nem tem que estar, ansiosa para este jogo com o Marítimo. Estamos confiantes, apesar de irmos defrontar um adversário moralizado, não só porque trocou, recentemente, de treinador mas também por ter vencido a última partida. Trabalhámos durante a semana de forma perfeitamente tranquila e acreditamos que poderemos fazer um bom jogo no domingo”, afirmou.

“Durante a semana tornei a ter o mesmo discurso que costumo ter com os jogadores: os nossos focos são o jogo e a equipa adversária e nunca os árbitros. Os árbitros enganam-se, cometem erros. Nós também os cometemos. Estamos empenhados, isso sim, em preparar a melhor estratégia para levar de vencida os adversários que vamos defrontando. Os jogadores têm que estar concentrados é naquilo que têm que fazer para ganhar os jogos. O árbitro é um elemento neutro do jogo que por vezes tem influência no resultado mas nunca o nosso principal foco. O que passou, passou mas temos que nos focar e concentrar no futuro. Isso é o mais importante”, disse José Couceiro sobre as arbitragens menos felizes, de que o Vitória tem sido alvo.

Vitória e Marítimo têm encontro marcado para as 16h00 de domingo (02/10), no Estádio do Bonfim, em jogo referente à 7.ª jornada da Liga NOS e que terá arbitragem do internacional Carlos Xistra da AF de Castelo Branco.

cartaz-jogo-01



Deixe o seu comentário

Necessita de ter a sua sessão ligada para poder comentar.