“Prata” para Margarida Monteiro

Categorias: Atletismo,Modalidades


Atletismo - Margarida a receber a medalha de prata

Margarida Monteiro, foi 2ª classificada na corrida da final nos 200m dos Campeonatos Nacionais de Júniores, disputados no Centro de Alto Rendimento do Luso arrebatando o título de Vice-Campeã Nacional.

Margarida no sábado, correu as eliminatórias dos 100m, apurando-se para a final depois de ser 1ª com o tempo de 12.60s na 4ª série de eliminatória.
Na final, apesar de ter realizado uma boa corrida ficou-se pela 6ª posição, quase em cima dos lugares medalhados, com um tempo de 12,56s.
Nesta final de 100m juniores, refira-se que a Margarida foi a única atleta do escalão inferior, ou seja juvenil, a ganhar lugar de participação.

No domingo, Margarida não se intimidou perante as más condições climatéricas de frio e chuva, e novamente perante atletas mais experientes e mais velhas, voltou a impressionar ganhando a 3ª eliminatória dos 200m com o tempo de 26,30 conquistando acesso directo à final.

Na final, partindo muito rápida ganhou posição e defendeu-a com grande coragem e esforço até ao cruzar da meta, ficando num espectacular 2º lugar, com o tempo de 25,79s e fazendo um novo recorde pessoal.

Atletismo_Margarida_prata
Na foto: Pódio das três primeiras, após receberem as medalhas. São momentos de alegria e sempre inesquecíveis.

 

Merecido prémio para esta jovem atleta que, apesar de ter obtido mínimos impostos pela Federação de Atletismo, não poderá participar nos Campeonatos Nacionais de Esperanças nem nos Nacionais de Seniores devido à sua idade e escalão de juvenil.

Esta medida, em opinião federativa, visa defender os atletas mais jovens de um possível excesso de competição, mas em nossa opinião, não é por um atleta ter 16 ou 17 anos que será prejudicado na sua saúde física ou mental por participar num evento para o qual tem mínimos de participação e para o qual poderá estar preparado.
Por esta ordem de ideias, e dando um exemplo noutra modalidade, dizemos: Pelé foi o melhor futebolista de todos os tempos. Por esta forma de raciocínio nunca teria sido Campeão Mundial de Futebol aos 16-17 anos e não deixou de ter uma carreira longa e rica de sucessos.

Parabéns Magui!!

 



Deixe o seu comentário

Necessita de ter a sua sessão ligada para poder comentar.