Rita Ribeiro traz ouro de Angola

Categorias: Atletismo,Modalidades


Atletismo_Rita

Rita consagrou esta sua época de atletismo com duas vitórias ao serviço da selecção nacional de atletismo em Angola.

Duas medalhas de ouro, duas idas ao pódio, duas vezes a ouvir o hino e duas vezes a ver subir a bandeira nacional, são de certeza momentos que serão inesquecíveis para esta nossa jovem atleta.

É um fim de época inesperado para a Rita pois quando começou o ano passado a treinar, não era imaginável que esta situação pudesse acontecer, sempre com muita dedicação, empenho e disciplina, que são três vectores fundamentais para a obtenção de resultados que possam dar origem a sonhos de qualquer atleta, ser internacional, participar em competição e ser campeão.

Nos 800m, sabendo do valor das suas adversárias e não sendo a principal candidata à vitória, pois as atletas brasileiras tinham melhores marcas pessoais e até mesmo a sua colega de equipa já com alguns anos de atletismo é muito experiente era uma forte candidata à vitória.

A nossa atleta não se intimidou e fez uma corrida muito inteligente a controlar as suas adversárias, e quando chegou aos últimos 80m atacou e arrancou fortíssimo, surpreendendo e derrotando toda a concorrência, chegando isolada à meta.

O seu tempo obtido foi de 2.18,44s, a segunda classificada Ana Raquel de Portugal com a marca de 2.20,28 e a terceira a atleta brasileira com 2.21,12.

Na estafeta OLÍMPICA, composta de variados percursos tais como os 100m-200m-300m-400m. Rita participou nos 300m
e colaborou para mais uma excelente vitória da equipa nacional colocando o Brasil na 2ª posição.

E agora seguem-se umas merecidas ” férias activas”,para esta nossa atleta, que somente com um pouco mais de um ano de treino se tornou numa das revelações no sector do meio fundo curto nacional.

Atletismo_Rita

 

Termina a época com este feito internacional, e superou todos os objectivos estabelecidos no inicio da sua preparação, e que deixa antever uma próxima época também com possibilidades de evolução.

É ainda uma atleta muito jovem, e que vai que ter em atenção que o ganhou agora não significa que venha a ganhar no futuro.

Será necessário ter em atenção que só com treino, persistência e muita paciência poderá aspirar a entrar num grupo de elite como são as fundistas portuguesas, actuais campeãs europeias.

 



Deixe o seu comentário

Necessita de ter a sua sessão ligada para poder comentar.