Comunicado – Mesa da AG

Comunicado – Vitória Futebol Clube
14 Outubro, 2022
Mesa da AG – Convocatória
17 Outubro, 2022

Comunicado – Mesa da AG

Apresentando-se próximo do seu termo o mandato dos actuais Órgãos Sociais do Vitória Futebol Clube (inquestionavelmente o mais difícil dos seus quase 112 anos), importa sublinhar que só com a abnegação e Enorme espírito de sacrifício pessoal e profissional de todos os membros dos Órgãos Sociais, dos Voluntários, dos nossos Funcionários e Colaboradores e com o apoio de todos os nossos Associados foi possível alcançar a estabilidade e credibilidade necessárias para a sobrevivência do nosso Clube.

As inúmeras dificuldades que se abateram sobre o VFC provocaram complicações transversais a todas as secções e limitaram o desempenho das funções estatutárias. Contudo, foi possível traçar um rumo, que tem vindo a ser seguido com a estreita colaboração do agora maior accionista da VFC SAD, representado pelo nosso associado Hugo Pinto.

Face à estrutura do VFC, só com uma SAD cumpridora, rigorosa e transparente é possível manter o bom funcionamento do futebol profissional e de formação e de todas as modalidades existentes no nosso Clube. E é isso que hoje existe no Bonfim.

No dia 31.10.2022, realizaremos em conjunto as assembleias ordinárias comuns previstas nos estatutos, para discussão e votação do relatório e contas de 2021 e do orçamento para 2023. E aproveitaremos o ensejo para, extraordinariamente, debater um tema fundamental para o Clube e que constou do programa eleitoral: a alteração estatutária.

A alteração aos Estatutos do VFC tem-se mostrado de extrema importância, não só pelas evoluções que o mundo sentiu desde a última revisão dos estatutos (2004), como pela nova realidade da SAD, cuja participação social maioritária já não pertence ao Clube.

Contudo, a agenda dos actuais órgãos sociais foi limitada pelas adversidades encontradas e esta matéria não ficou concluída a tempo de ser discutida, em assembleia geral extraordinária exclusivamente convocada para o efeito, até ao verão passado, como era pretendido.

Ora, estando agora no final do mandato dos actuais órgãos sociais, não seria razoável nem adequado proceder a uma extensa revisão estatutária, impondo-se antes colocar à disposição dos sócios o exaustivo e meritório trabalho desenvolvido, remetendo esta discussão para um momento posterior, que permita a intervenção dos próximos membros dos órgãos sociais e conferindo tempo suficiente a todos os associados para analisar e contribuir para uma revisão estatutária rigorosa e abrangente.

Sem prejuízo desta opção, existem algumas alterações que se impõem fazer de imediato, assegurando que nas próximas eleições não se verificam situações como as do passado, pelo que acolhendo o pedido da Direcção para o efeito, iremos submeter à apreciação dos associados alterações pontuais dos Estatutos.

Caras e Caros Associados, o caminho é longo e difícil. As adversidades estão longe de terminar e o mandato dos próximos Órgãos Sociais será um autêntico desafio mas acreditamos que o Vitória contará com uma equipa de homens e mulheres que conjuguem o Vitorianismo com a competência e, assim, nos conduzam ao lugar a que pertencemos.

Setúbal, 14 de Outubro de 2022

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral

David Mestre Leonardo

Os comentários estão fechados.