1974-2004

CONSOLIDAÇÃO



Coincidindo com a revolução do 25 de Abril de 1974 e da crise económica na região de Setúbal, o desempenho desportivo da sua equipa de futebol começa a decair, alcançando em 1974-75 a sua pior classificação no campeonato nacional da 1ª Divisão desde a época 1963-64, um 7º lugar.


Nos anos seguintes, a tendência mantém-se, mas sempre consolidando a sua posição de emblema tradicional do futebol nacional, até que na época de 1985-86 o Vitória desce ao segundo escalão pela primeira vez, 25 anos depois da última passagem pela 2ª Divisão.


A passagem pelo escalão secundário, teve o condão de acordar o Clube e a sua dinâmica. A equipa orientada pelo lendário treinador Malcolm Allison passeou classe pela 2ª Divisão e com os seus adeptos a invadirem sistematicamente os campos por esse país fora. Nos anos seguintes, seriam construídas superequipas que levariam a um grande entusiasmo dos adeptos em relação ao Vitória, no entanto, a qualificação para as competições europeias foi sendo falhada sempre por uma unha negra. Na última dessas equipas, a do ano de 1990/91, o Vitória desce de divisão num campeonato tão competitivo e equilibrado que, apesar de ter descido, a equipa do Vitória ficou a apenas 4 pontos de se qualificar para as competições europeias…


O problema de ter descido com uma equipa bastante rica, levou a que os anos 90 e início do século XXI, o Vitória tivesse entrado num período de instabilidade financeira que provocou grandes dificuldades para a equipa se conseguir manter no campeonato nacional da 1ª Divisão, apesar de termos vivido duas épocas que ainda hoje fazem os vitorianos terem saudades.


A época de 1993-94, com Raúl Águas no banco e Eric Tinkler, Hélio, Yekini, Sérgio Araújo, Paulo Gomes, Sessay e Chiquinho Conde no relvado, na qual o Vitória protagonizou uma recuperação espetacular na 1ª Divisão, desde a célebre vitória de 5 a 2 ao Benfica e que culminou num 6º lugar no final do campeonato.


E a época de 1998-99, na qual comandados pelo eterno capitão Carlos Cardoso, o Vitória voltaria a qualificar-se para as competições europeias 25 anos depois da última vez no longínquo ano de 1974! Nesta equipa destacaram-se os nomes de Marco Tábuas, Pedro Henriques, Mário Loja, Quim, Rui Carlos, Hélio, Chiquinho Conde, Velli Kasumov e Toñito!
EQUIPA DO VITÓRIA DE 1980-81
PAULO FERREIRA E MARCO FERREIRA, 2003
O REMATE DE PEDRO HENRIQUES QUE CARIMBOU O PASSAPORTE EUROPEU, 1999
ERIC TINKLER EM DISPUTA DE BOLA, 1994
P